sexta-feira, 23 de maio de 2008

MACARRALHO


Ingredientes

fio de azeite
1 colher de sopa de manteiga
1 tablete de caldo de galinha
1 cebola grande picada
200 g de peito de peru cortado em tiras
2 latas de creme de leite sem soro
200 g de queijo prato cortado em tiras ou 1/2 vidro de cheddar (100 g)
1/2 lata de ervilha escorrida (opcional)
1 pacote de penne cozido

Modo de Preparo
Numa panela em fogo médio coloque o azeite, a manteiga, o caldo de galinha e a cebola e refogue.
Acrescente o peito de peru e refogue. Em seguida, acrescente o creme de leite e, por último, o queijo prato ou o cheddar e a ervilha. Misture este molho no penne e sirva a seguir.

Rendimento: 4 porções

Após um bom tempo sem renovarmos nossas receitas aqui no Cozinhar faz bem, estamos de volta, diretamente de Lisboa. Em breve, prometemos um prato da cozinha portuguesa!

Esta foi testada primeiro por Lu que se interessou em fazê-la após assistir ao Programa de Ana Maria Braga. Foi aprovadíssima por mim!! E, acho que mais ou menos um ano depois, eu resolvi fazê-la aqui em Portugal, há uns 3 dias. Pra variar, foi aprovada, desta vez por Lu, Prim e
Milena. Só agora ela veio pro blog... Experimentem!!

quarta-feira, 7 de maio de 2008

OMELETE DO TÍTCHO


Esta receita eu criei para um jantar que ofereci a uns amigos na casa de meu sobrinho Léo, o Títcho, na minha despedida de Sampa. Foi aprovada por todos, então resolvi compartilhar aqui.

Ingredientes

200 gramas de filé de camarão
04 ovos
01 colher de sobremesa de farinha de trigo
01 tomate pequeno cortado em cubos
1/2 cebola pequena cortada em cubos
1/4 de pimentão pequeno cortado em cubos
1/2 cenoura ralada
01 colher de sopa cheia de polpa de tomate
azeite de oliva
tempero pronto a gosto
01 limão
sal a gosto

Modo de Preparo

Recheio

Lave o camarão com água corrente e limão e escorra bem. Tempere com tempero pronto a gosto e deixe descansar por meia hora. Numa panela esquente azeite de oliva e frite os camarões em fogo alto até eles ficarem rosados e soltarem bastante caldo. Quando os camarões tiverem cozidos, isto será rápido, em média três minutos, não deixe passar do ponto para não endurecer, retire-os com uma escumadeira reservando o caldo. Noutra panela, esquente mais um pouco de azeite de oliva e doure com a polpa de tomate. Em seguida frite o tomate, a cebola e o pimentão por dois minutos, adicione o caldo do camarão, abaixe o fogo e deixe cozinhar destampado até que o caldo seque. Se necessário, acrescente mais sal a seu gosto. Deixe esfriar um pouco, misture com os camarões e a cenoura crua fora do fogo.

Massa

Bata os ovos com clara e gema misturadas por três minutos. Adicione a farinha de trigo e sal a gosto por mais três minutos. Não bata com muita força nem por muito tempo para não encorpar. Numa frigideira de teflon aquecida de aproximadamente 30cm de diâmetro, untada levemente com azeite de oliva, despeje os ovos batidos distribuindo bem. Deixe cozinhar em fogo baixo até que as bordas soltem facilmente da frigideira. Vá movimentando a frigideira em cima do fogo de forma que cozinhe uniformemente todo o disco. Aumente o fogo um pouco para dourar. Em um dos lados do disco coloque o recheio e vire cuidadosamente, para não partir, o outro lado por cima, dando forma ao omelete.

SALMÃO A TIA CARMINHA


Ainda homenageando a simpática Tia Carminha, segue aqui outra receita preparada em sua casa no domingo 04 de maio. Quando fomos juntos ao açougue comprar o filé mignon para o prato da postagem anterior, ela inventou de comprar um filé de salmão para completar o almoço. Eu mesmo havia anteriormente sugerido fazer uma moqueca de peixe para a família, no intuito de apresentar um pouco da culinária baiana,

Com Tia Carminha

mas não foi uma idéia bem aceita. Depois de consultarmos vários livros de receita, de pensarmos em vários pratos e até na possibilidade de fazer um churrasco, chegamos ao consenso do filé. Mas a Tia não se deu por satisfeita e inventou de comprar o salmão também. Mesmo detestando este peixe, o preparei com um molho a base de sotaque baiano, oxente bichinho, sem usar coentro é claro, uma vez que 99% dos paulistas que conheço não gostam desta maravilha tão abundantemente usada na cozinha da Bahia.


Pilotando a cozinha da "Tia"


Ingredientes


01 kg de filé de salmão
02 tomates sem sementes cortados em cubos pequenos
01 cebola cortada em cubos pequenos
1/2 pimentão cortada em cubos pequenos
1/4 de molhe de cebolinha picada
200ml de leite de coco
03 colheres de sopa de polpa de tomate
02 dentes de alho amassados
pimenta do reino preta a gosto
azeite de oliva
02 limões (um para lavar e outro para marinar)
sal a gosto


Modo de Preparo

Lave o peixe com água corrente e um limão e escorra bem. Tempere com o sal, o alho e a pimenta do reino (se preferir use o tempero pronto) e o suco de um limão deixando marinar por meia hora. Numa panela coloque o azeite de oliva distribuindo por todo o fundo. Despeje a metade do tomate, cebola, pimentão e cebolinha cortados. Distribua a polpa de tomate. Coloque os pedaços de filé de salmão sem sobrepor. Despeje o restante do tomate, cebola, pimentão e cebolinha cortados e regue com o leite de coco. Cozinhe tampado em foge bem baixo por aproximadamente 20 min até formar bem caldo. De vez em quando sacuda levemente a panela para misturar melhor os ingredientes e não deixar o peixe pegar no fundo.

FILÉ COSTALLAT


Poucas coisas nesta vida me fascinam tanto como os prazeres da boa mesa, uma delas é viajar e conhecer novos amigos. Foi isto que aconteceu este final de semana quando estive em Campinas-SP conhecendo a família de Laura, esposa do meu sobrinho Léo. Pessoas maravilhosas que me acolheram como se eu fosse da família. Como não agradecer publicamente a tão calorosa recepção que tive de Sr Vicente (pai), Vicentinho (irmão), Sr Renato (avô) e a impagável Tia Carminha (mãe). Achei que esta seria uma boa maneira de fazê-lo, dando ao prato que preparei lá, o nome de tão generosa família. Pelo que pude observar, eles gostaram muito, haja a vista que não sobrou um único pedaço sequer.

A coisa toda aconteceu porque, Tia Carminha, mesmo antes de me conhecer, preparou um maravilhoso festival de massas no sábado dia 03 de maio a pretexto de comemorar o ainda vindouro aniversário de Laura, que é dia 09, e o meu que foi no dia 02. Convidou toda a família, muito numerosa por sinal, e um monte de amigos, para saborear as massas com oito tipos de molhos diferentes, todos muito bons vale salientar. Quando eu ainda estava em São Paulo, e não a conhecia pessoalmente, por telefone ela me intimou a preparar um dos molhos, o de camarão. Eu, ousado que sou, aceitei o desafio e, mesmo sobre os protestos veementes da Tia, ignorei seu livro de receitas e fiz um molho de minha própria criação, o Mona de Versailles. Modéstia à parte, foi sucesso absoluto.

O filé que ora segue a receita, nada mais é que uma carne ao molho de mostarda, preparada sem maiores requintes, mas com muito carinho e amor.

Ingredientes

Carne

01 lâmina de filé mignon cortada em medalhões (dispense o cordão e a aba)
03 dentes de alho amassados
Pimenta do reino preta a gosto
Sal a gosto

Molho
02 colheres de sopa de manteiga
01 colher de sopa cheia de farinha de trigo
400ml de leite (aproximadamente)
100ml de creme de leite fresco (aproximadamente)
02 cálices de vinho branco seco
06 colheres de sopa cheias de mostarda amarela
1/2 cebola picada em cubos bem pequenos
noz moscada em pó a gosto
sal a gosto

Modo de Preparo

Tempere os medalhões com sal, pimenta do reino e o alho, deixando no tempero por 20min. Frite os medalhões em óleo quente ao ponto de sua preferência. Reserve-os juntamente com o caldo que irá escorrer no prato onde os medalhões forem acondicionados após a fritura.

Numa panela derreta a manteiga e doure levemente a cebola picada, adicione a farinha de trigo e mexa bem. Vá adicionando o leite aos poucos, sempre mexendo em fogo baixo até que a farinha dissolva completamente. Em seguida adicione o creme de leite, o vinho, a noz moscada, a mostarda e o sal. Mexa até entrar em fervura.

Num refratário, acondicione os medalhões jogando por cima o caldo da carne. Cubra com o molho e leve ao forno baixo pré-aquecido por 05min.

Obs: A quantidade de leite e do creme de leite pode variar de acordo com o gosto de cada um. Quem preferir um molho mais espesso usa uma menor quantidade. Se preferir tirar a cebola, coe o molho após a fervura.

Vitamina Protéica de chocolate com café granulado

Ingredientes 300 ml de água e gelo 20 g de Whey Protein Isolado 1 colher (café) de café solúvel granulado 1 banana (75g) 1 Colher (...