quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Bacalhau estufado com legumes


Ingredientes

4 postas de bacalhau
4 dentes de alho
2 cebolas
1 courguete
2 xuxus
1 beringela
2 cenouras
1 alho francês
sal e pimenta
tomilho fresco para decorar

Modo de preparo

Escame e lave as postas de bacalhau, depois de devidamente demolhadas; escorra. Descasque todos os legumes; corte as cebolas em meias luas, os alhos em lâminas finas e os restantes dos legumes em pedaços.

Num tacho, aqueça o azeite e refogue a cebola e os alhos; junte todos os legumes; tempere com sal e pimenta em grão moída na altura; misture tudo, tape e estufe.

Quando os legumes estiverem tenros, junte as postas de bacalhau; polvilhe o bacalhau com um pouco de pimenta em grão moída na altura; tape e termine de cozinhar em lume lento. Decore com tomilho fresco.

A falta de tempo tem me deixado um pouco ausente, mas tenho muitas receitas para postar, frutos da minha experiência culinária aqui em Portugal. Esta é a primeira receita genuinamente portuguesa que posto aqui no blog. Foi o nosso prato da ceia de Natal, divino! Muito fácil de fazer, rápido e delicioso. E olha que eu não gostava de bacalhau... Pertence ao gastrônomo Carlos Capote e foi retirada do jornal METRO, do dia 19/12/08. Vale à pena experimentar! 

A receita foi postada na íntegra. Chuchu aqui em Portugal escreve-se com "x"; alho francês é o nosso alho-poró e courguete parece um pepino, mas não é. 

É bom ter cuidado ao juntar os legumes, colocar sempre os que demoram mais para cozinhar primeiro, como a cenoura. Pode caprichar na cebola, sempre ponho mais em receitas de bacalhau. Coloquei um pouquinho de água para cozinhá-los. Não encontramos o tomilho fresco, então usamos o desidratado e ficou ótimo.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

FRANGO A JÚLIA PARMEGGIANA


Ingredientes

06 sobrecoxas de frango desossadas
06 fatias de mussarela
06 fatias de presunto de peru
02 folhas de louro
01 colherinha de sálvia desidratada
01 colherinha de orégano
200ml de suco de laranja
200ml de molho vermelho
01 colher de sobremesa de manteiga
01 colher de sopa cheia de catchup
03 colheres de sopa de azeite de oliva
20 folinhas de manjericão
Queijo parmesão ralado a gosto
Tempero pronto a gosto

Modo de Preparo

Em fogo baixo derreta a manteiga, coloque o azeite de oliva o molho vermelho, as folhas de manjericão e o catchup. Misture bem e deixe ferver por um minuto. Desligue o fogo e reserve.

Tempere as sobrecoxas desossadas com tepero pronto a gosto. Coloque-as numa bacia, salpique por cima o orégano e a sálvia. Coloque as folhas de louro, despeje o suco de laranja e deixe neste caldo por uma hora. Escorra bem as sobrecoxas e grelhe com as folhas de louro em cima. De preferência use para grelhar uma churrasqueira de boca de fogão. Dispense as folhas de louro e arrume-as num refratário sem sobrepô-las. Cubra com o presunto e a mussarela. Despeje e espalhe o molho. Polvilhe o queijo ralado à vontade. Leve ao forno médio pré-aquecido até gratinar. Sirva com arroz branco e batatas em rodelas finas fritas.

Este prato eu inventei para comemorar a chegada da minha filha Júlia que veio de Belém passar férias comigo. O nome foi dado por ela. A aprovação foi unânime.

MOLHO VERMELHO

Ingredientes

06 tomates grandes bem vermelhos e maduros
04 cebolas grandes
1/4 de pimentão pequeno
01 punhado pequeno de coentro fresco
02 talos de cebolinha
01 colher de sobremesa rasa de tempero pronto
02 dentes de alho
02 folhas de louro
01 colher de sopa cheia de extrato de tomate
05 colheres de sopa de azeite de oliva

Modo de Preparo

Numa panela despeje o azeite de oliva, os tomates cortados em pedaços grandes com as sementes, as cebolas cortadas em pedaços grandes, o pimentão, o coentro, a cebolinha, o alho, o extrato de tomate, as folhas de louro e o tempero pronto. Tampe* e cozinhe em fogo bem baixo* por aproximadamente uma hora ou até que os ingredientes estejam bem moles.e soltem bastante caldo. Espere esfriar, retire e dispense as folhas de louro e bata bem no liquidificador e peneire. Congele em porções à sua conveniência.

Dicas

Este molho é uma excelente base para diversos pratos. Uma boa opção é colocar um pouco de catchup, manteiga e azeite de oliva. Assim ele fica ótimo para lasanhas e massas em geral. Com carne moída fica um bolonhesa de sabor marcante e delicioso. Outra opção é cozinhar um pouco com algumas folhas de manjericão.

*A tampa deve vedar bem para um melhor rendimento de caldo.

**O fogo deve ser muito baixo mesmo. Aconselho virar o botão do fogão no sentido de desligar até conseguir a mínima chama possível

domingo, 9 de novembro de 2008

BACALHAU À GOMES DE SÁ


Que me perdoem os autênticos cozinheiros portugueses. Esta receita foi desenvolvida na mais pura intuição. No entanto, posso afirmar que muito se aproxima dos tradicionais Gomes de Sá que comemos nos melhores restaurantes lusitanos.

Ingredientes

500g de bacalhau tratado em lascas(tire o sal até o ponto desejado)
03 batatas cortadas em cubos(aproximadamente 300g)
01 cebola grande cortada em tiras relativamente grossas
02 dentes de alho
03 ovos cozidos
08 azeitonas
galhos de salsinha
100ml de azeite de oliva

Modo de preparo

Cozinhe as batatas com um pouco de sal deixando-as "al dente" e reserve. Corte os dentes de alho em rodelas bem finas e doure-os levemente em 50ml de azeite de oliva previamente aquecido. Em seguida coloque a cebola em tiras mexendo sempre até que elas amoleçam um pouco. Coloque as lascas de bacalhau e mexa bem por mais um minuto. Abaixe bem o fogo e coloque as batatas mexendo cuidadosamente para não despedaçá-las. Despeje numa travessa, decore com os ovos costados ao meio, as azeitonas e galhos de salsa. Regue com os 50ml de azeite de oliva restantes e sirva.

Rendimento: 04 pessoas


Dicas:
1) Coloque um pouco de sal e vinagre na água para cozinhar os ovos. Isto evitará que as gemas fiquem escuras e que eles se partam durante o cozimento.
2) Use sempre azeite de oliva de boa qualidade. Um azeite ruim com certeza irá por o seu prato a perder.
3) Se preferir o bacalhau mais molhado, pode usar mais azeite in natura à vontade, mas no entanto não use mais de 50ml para a fritura.
4) Ideal para servir com arroz branco ou arroz com brócolis

domingo, 5 de outubro de 2008

FILÉ À LUZIA



Ingredientes

01 filé cortado em medalhões
1/2 pimentão em tiras
1/2 cebola em tiras
02 colheres de sopa de molho de soja
01 colher de sobremesa rasa de extrato de tomate
Sal ou tempero pronto a gosto

Modo de Preparo

Tempere os medalhões com sal ou tempero pronto e deixe descansar por meia hora. Frite os medalhões levemente em óleo bem quente. Coloque-os em um prato fundo apertando bem cada medalhão para escorrer o sangue. Vá repetindo este processo até o filé ficar no ponto de sua preferência, sempre escorrendo e reservando o caldo proveniente do sangue e da fritura. Na mesma frigideira, doure levemente o extrato de tomate na sobra do óleo da fritura adicionando um pouco de azeite de oliva. Frite a cebola e o pimentão. Em seguida abaixe o fogo, adicione o molho de soja, o caldo reservado dos medalhões e deixe cozinhar em fogo bem baixo até que o molho encorpe um pouco. Coloque os medalhões numa travessa e despeje o molho por cima. Sirva bem quente.

Rendimento: Aproximadamente 05 pessoas.

Sugestão de acompanhamento: arroz branco e purê de batatas.
Esta receita me foi dada por uma grande amiga, Nilma, num almoço que me ofereceu em sua casa. Criação da Srª Luzia, tia do esposo de Nilma, a quem estou devendo há tempos uma boa maniçoba. Em breve pagarei minha dívida. Obrigado Nilma e D. Luzia.

domingo, 17 de agosto de 2008

TROPPOFILET


Ingredientes

Filé

400g de filé cortado em bifes com aproximadamente 1,5cm de espessura
Tempero pronto ou sal a gosto
Farinha de trigo e farinha de rosca a vontade
02 ovos levemente batidos
óleo para fritura

Molho

01 colher de sopa cheia de manteiga
01 colher de sopa cheia de farinha de trigo
01 colher de sobremesa de queijo ralado
01 pitada de noz moscada em pó
500ml de leite
01 cálice de vinho branco seco
01 mão de folhas de manjericão fresco
100g de bacon em cubinhos
sal a gosto

Modo de Preparo

Tempere os filés com o tempero pronto ou sal a gosto e deixe descansar por 30min. Esquente bem o óleo numa panela e frite os filé levemente e reserve-os. Nesta mesma gordura frite bem o bacon em cubos até que fiquem bem crocantes. Retire-os e reserve. Passe os filés abundantemente na farinha de trigo, em seguida molhe-os nos ovos batidos e passe na farinha de rosca também em abundância e torne a fritá-los na mesma gordura até que fiquem dourados. Retire-os e escorra-os em papel toalha.

Noutra panela, derreta a manteiga, adicione o farinha de trigo mexendo bem. Vá despejando o leite aos poucos sempre mexendo bem em fogo baixo até engrossar e ganhar fervura. Adicione o queijo ralado, a noz moscada, o vinho, o bacon e sal a gosto. Por último, adicione as folhas de manjericão fresco.

Arrume os filés numa assadeira sem sobrepô-los, despeje o molho bem quente por cima e sirva.

Rendimento: 03 pessoas

Sugestão de acompanhamento: arroz branco e purê de batatas

quarta-feira, 16 de julho de 2008

FRIGIDEIRA DA MAMY



Ingredientes

01 cabeça de repolha média (aproximadamente 20 cm de diâmetro)
09 ovos
01 colher de sopa cheia de farinha de trigo
200ml de leite de coco
40 camarões secos defumados tratados (sem pele, cabeça e rabo)
03 tomates grandes maduros sem sementes cortados em cubos pequenos
01 cebola grande cortada em cubos pequenos
1/2 pimentão pequeno cortado em pedaços pequenos
1/2 molhe de coentro picado
1/2 molhe de cebolinha picada
02 pimentas de cheiro novas com o talo ainda verde
02 colheres de sopa de extrato de tomate
azeite de oliva a gosto
sal a gosto
rodelas de cebola, azeitonas, flor de tomate, talos de cebolinha e coentro para decorar

Modo de Preparo

Recheio

Bata no liquidificador vinte camarões secos até que vire um pó e reserve no próprio copo do liquidificador. Corte o repolho em tiras bem finas (corte de preferência num mandolim ajustado para fatias finas). Afervente em água e sal por dez minutos após a fervura e escorra. Numa panela coloque azeite de oliva a gosto, o repolho, os tomates, as cebolas, o pimentão, o coentro e a cebolinha e os outros vinte camarões secos inteiros e o extrato de tomate. Jogue o leite de coco no copo do liquidificador com o pó do camarão, misture bem e despeje na panela. Misture bem e coloque em fogo bem baixo. Coloque as pimentas de cheiro em cima e cozinhe tampado por trinta minutos mexendo bem de vez em quando. Sempre que for mexer retire as pimentas para não estourá-las e coloque-as novamente depois. Fique de olho nelas. Se amolecerem muito retire-as e dispense. Não deixe que o talo da pimenta se solte. Após esse tempo, destampe, retire as pimentas e dispense e deixe cozinhar destampado até secar bem. Não desligue o fogo. Aí bata três claras em neve, adicione as três gemas e bata mais com uma colher de sobremesa de farinha de trigo até ficar homogêneo. Despeje na panela e misture com o recheio até cozinhar o ovo. Desligue o fogo e deixe esfriar um pouco.

Massa

Bata seis claras em neve com sal. Adicione as seis gemas e bata mais um pouco. Coloque o restante da farinha de trigo e bata mais até ficar homogêneo. Despeje uma pequena quantidade no centro do fundo de um refratário retangular de aproximadamente 36 x 23cm levemente untado com óleo. Suavemente vá colocando o recheio e espalhando do centro para as extremidades tendo o cuidado de não deixar o recheio encostar nas laterais do refratário até distribuir por todo o fundo. Coloque cuidadosamente o resto do recheio distribuindo de forma proporcional por todo o recipiente. Cubra totalmente com o resto do ovo batido e leve ao forno médio pré-aquecido. Deixe quinze minutos e retire. Coloque as rodelas de cebola com uma azeitona no centro de cada uma e volte ao forno por mais trinta minutos. Aumente o forno até dourar. Retire, espere esfriar um pouco e decore com as flores de tomate, os talos de coentro e cebolinha. Sirva com arroz branco.

Rendimento: 06 porções

Obs: Como o camarão seco já é salgado, tenha cuidado com o sal. Antes de colocá-lo prove primeiro evitando salgar o prato.

domingo, 8 de junho de 2008

BACALHAU CASANOVA


Depois que entrei no universo dos blogs fiz muitos novos amigos. Um deles foi a portuguesa Ana Casanova. Conversando com ela no MSN o assunto acabou descambando para o lado de comida. Natural, sou um apaixonado por cozinha e pelo visto, ela também gosta muito. E, sendo de terras lusitanas, ela me falou de um bacalhau(não sei porque, logo bacalhau?) e disse mais ou menos como era o seu preparo. Depois, por e-mail, tirei algumas dúvidas e resolvi por em prática. É claro que inventei um bocado de coisas e acabei mesmo fazendo da minha maneira. Por isso, dei um novo nome ao prato e, como não poderia deixar de ser, homenageei a "musa" inspiradora do meu "poema" gastronômico. Os convidados do jantar elogiaram muito. Também, pelo preço que estavam pagando!

Ingredientes

1 1/2 meio de bacalhau
leite o qaunto baste
08 batatas novas (pequenas e com casca fina)
12 dentes de alho bem picados
01 cebola grande cortada em tiras bem finas
02 tomates grandes cortados em rodelas bem finas
01 pimentão pequeno cortado em tiras bem finas
Azeitonas
03 ovos cozidos
Azeite de oliva a vontade

Modo de Preparo

Deixe o bacalhau de molho na água. Troque a água a cada duas horas e vá monitorando o sal do bacalhau. Quando já estiver quase no ponto do sal, ponha o bacalhau de molho no leite com o alho picado, até cobrí-lo completamente. Deixe por mais três horas.
Coloque as batatas com casca(lavadas) para aferventar. Deixe ferver por dois minutos apenas e desligue o fogo. Deixe as batatas dentro da água quente até a hora de usá-las.
Num refratário, coloque azeite de oliva a vontade distribuindo por todo o fundo. Tire o bacalhau do leite sem se preocupar em escorrer. Deixe o excesso ir junto. Vá arrumando as postas e as batatas. Depois coe o leite para aproveitar o alho picado que deve ser distribuído por cima das postas e das batatas. Em seguida, distribua por cima o tomate, a cebola e o pimentão. Leve ao forno médio pré-aquecido por trinta minutos. Quando retirar coloque azeitonas a gosto e os ovos cozidos cortados em rodelas.

Rendimento: 06 pessoas

Uma boa opção de acompanhamento para este prato é arroz com brócolis refogado no alho

sexta-feira, 23 de maio de 2008

MACARRALHO


Ingredientes

fio de azeite
1 colher de sopa de manteiga
1 tablete de caldo de galinha
1 cebola grande picada
200 g de peito de peru cortado em tiras
2 latas de creme de leite sem soro
200 g de queijo prato cortado em tiras ou 1/2 vidro de cheddar (100 g)
1/2 lata de ervilha escorrida (opcional)
1 pacote de penne cozido

Modo de Preparo
Numa panela em fogo médio coloque o azeite, a manteiga, o caldo de galinha e a cebola e refogue.
Acrescente o peito de peru e refogue. Em seguida, acrescente o creme de leite e, por último, o queijo prato ou o cheddar e a ervilha. Misture este molho no penne e sirva a seguir.

Rendimento: 4 porções

Após um bom tempo sem renovarmos nossas receitas aqui no Cozinhar faz bem, estamos de volta, diretamente de Lisboa. Em breve, prometemos um prato da cozinha portuguesa!

Esta foi testada primeiro por Lu que se interessou em fazê-la após assistir ao Programa de Ana Maria Braga. Foi aprovadíssima por mim!! E, acho que mais ou menos um ano depois, eu resolvi fazê-la aqui em Portugal, há uns 3 dias. Pra variar, foi aprovada, desta vez por Lu, Prim e
Milena. Só agora ela veio pro blog... Experimentem!!

quarta-feira, 7 de maio de 2008

OMELETE DO TÍTCHO


Esta receita eu criei para um jantar que ofereci a uns amigos na casa de meu sobrinho Léo, o Títcho, na minha despedida de Sampa. Foi aprovada por todos, então resolvi compartilhar aqui.

Ingredientes

200 gramas de filé de camarão
04 ovos
01 colher de sobremesa de farinha de trigo
01 tomate pequeno cortado em cubos
1/2 cebola pequena cortada em cubos
1/4 de pimentão pequeno cortado em cubos
1/2 cenoura ralada
01 colher de sopa cheia de polpa de tomate
azeite de oliva
tempero pronto a gosto
01 limão
sal a gosto

Modo de Preparo

Recheio

Lave o camarão com água corrente e limão e escorra bem. Tempere com tempero pronto a gosto e deixe descansar por meia hora. Numa panela esquente azeite de oliva e frite os camarões em fogo alto até eles ficarem rosados e soltarem bastante caldo. Quando os camarões tiverem cozidos, isto será rápido, em média três minutos, não deixe passar do ponto para não endurecer, retire-os com uma escumadeira reservando o caldo. Noutra panela, esquente mais um pouco de azeite de oliva e doure com a polpa de tomate. Em seguida frite o tomate, a cebola e o pimentão por dois minutos, adicione o caldo do camarão, abaixe o fogo e deixe cozinhar destampado até que o caldo seque. Se necessário, acrescente mais sal a seu gosto. Deixe esfriar um pouco, misture com os camarões e a cenoura crua fora do fogo.

Massa

Bata os ovos com clara e gema misturadas por três minutos. Adicione a farinha de trigo e sal a gosto por mais três minutos. Não bata com muita força nem por muito tempo para não encorpar. Numa frigideira de teflon aquecida de aproximadamente 30cm de diâmetro, untada levemente com azeite de oliva, despeje os ovos batidos distribuindo bem. Deixe cozinhar em fogo baixo até que as bordas soltem facilmente da frigideira. Vá movimentando a frigideira em cima do fogo de forma que cozinhe uniformemente todo o disco. Aumente o fogo um pouco para dourar. Em um dos lados do disco coloque o recheio e vire cuidadosamente, para não partir, o outro lado por cima, dando forma ao omelete.

SALMÃO A TIA CARMINHA


Ainda homenageando a simpática Tia Carminha, segue aqui outra receita preparada em sua casa no domingo 04 de maio. Quando fomos juntos ao açougue comprar o filé mignon para o prato da postagem anterior, ela inventou de comprar um filé de salmão para completar o almoço. Eu mesmo havia anteriormente sugerido fazer uma moqueca de peixe para a família, no intuito de apresentar um pouco da culinária baiana,

Com Tia Carminha

mas não foi uma idéia bem aceita. Depois de consultarmos vários livros de receita, de pensarmos em vários pratos e até na possibilidade de fazer um churrasco, chegamos ao consenso do filé. Mas a Tia não se deu por satisfeita e inventou de comprar o salmão também. Mesmo detestando este peixe, o preparei com um molho a base de sotaque baiano, oxente bichinho, sem usar coentro é claro, uma vez que 99% dos paulistas que conheço não gostam desta maravilha tão abundantemente usada na cozinha da Bahia.


Pilotando a cozinha da "Tia"


Ingredientes


01 kg de filé de salmão
02 tomates sem sementes cortados em cubos pequenos
01 cebola cortada em cubos pequenos
1/2 pimentão cortada em cubos pequenos
1/4 de molhe de cebolinha picada
200ml de leite de coco
03 colheres de sopa de polpa de tomate
02 dentes de alho amassados
pimenta do reino preta a gosto
azeite de oliva
02 limões (um para lavar e outro para marinar)
sal a gosto


Modo de Preparo

Lave o peixe com água corrente e um limão e escorra bem. Tempere com o sal, o alho e a pimenta do reino (se preferir use o tempero pronto) e o suco de um limão deixando marinar por meia hora. Numa panela coloque o azeite de oliva distribuindo por todo o fundo. Despeje a metade do tomate, cebola, pimentão e cebolinha cortados. Distribua a polpa de tomate. Coloque os pedaços de filé de salmão sem sobrepor. Despeje o restante do tomate, cebola, pimentão e cebolinha cortados e regue com o leite de coco. Cozinhe tampado em foge bem baixo por aproximadamente 20 min até formar bem caldo. De vez em quando sacuda levemente a panela para misturar melhor os ingredientes e não deixar o peixe pegar no fundo.

FILÉ COSTALLAT


Poucas coisas nesta vida me fascinam tanto como os prazeres da boa mesa, uma delas é viajar e conhecer novos amigos. Foi isto que aconteceu este final de semana quando estive em Campinas-SP conhecendo a família de Laura, esposa do meu sobrinho Léo. Pessoas maravilhosas que me acolheram como se eu fosse da família. Como não agradecer publicamente a tão calorosa recepção que tive de Sr Vicente (pai), Vicentinho (irmão), Sr Renato (avô) e a impagável Tia Carminha (mãe). Achei que esta seria uma boa maneira de fazê-lo, dando ao prato que preparei lá, o nome de tão generosa família. Pelo que pude observar, eles gostaram muito, haja a vista que não sobrou um único pedaço sequer.

A coisa toda aconteceu porque, Tia Carminha, mesmo antes de me conhecer, preparou um maravilhoso festival de massas no sábado dia 03 de maio a pretexto de comemorar o ainda vindouro aniversário de Laura, que é dia 09, e o meu que foi no dia 02. Convidou toda a família, muito numerosa por sinal, e um monte de amigos, para saborear as massas com oito tipos de molhos diferentes, todos muito bons vale salientar. Quando eu ainda estava em São Paulo, e não a conhecia pessoalmente, por telefone ela me intimou a preparar um dos molhos, o de camarão. Eu, ousado que sou, aceitei o desafio e, mesmo sobre os protestos veementes da Tia, ignorei seu livro de receitas e fiz um molho de minha própria criação, o Mona de Versailles. Modéstia à parte, foi sucesso absoluto.

O filé que ora segue a receita, nada mais é que uma carne ao molho de mostarda, preparada sem maiores requintes, mas com muito carinho e amor.

Ingredientes

Carne

01 lâmina de filé mignon cortada em medalhões (dispense o cordão e a aba)
03 dentes de alho amassados
Pimenta do reino preta a gosto
Sal a gosto

Molho
02 colheres de sopa de manteiga
01 colher de sopa cheia de farinha de trigo
400ml de leite (aproximadamente)
100ml de creme de leite fresco (aproximadamente)
02 cálices de vinho branco seco
06 colheres de sopa cheias de mostarda amarela
1/2 cebola picada em cubos bem pequenos
noz moscada em pó a gosto
sal a gosto

Modo de Preparo

Tempere os medalhões com sal, pimenta do reino e o alho, deixando no tempero por 20min. Frite os medalhões em óleo quente ao ponto de sua preferência. Reserve-os juntamente com o caldo que irá escorrer no prato onde os medalhões forem acondicionados após a fritura.

Numa panela derreta a manteiga e doure levemente a cebola picada, adicione a farinha de trigo e mexa bem. Vá adicionando o leite aos poucos, sempre mexendo em fogo baixo até que a farinha dissolva completamente. Em seguida adicione o creme de leite, o vinho, a noz moscada, a mostarda e o sal. Mexa até entrar em fervura.

Num refratário, acondicione os medalhões jogando por cima o caldo da carne. Cubra com o molho e leve ao forno baixo pré-aquecido por 05min.

Obs: A quantidade de leite e do creme de leite pode variar de acordo com o gosto de cada um. Quem preferir um molho mais espesso usa uma menor quantidade. Se preferir tirar a cebola, coe o molho após a fervura.

segunda-feira, 31 de março de 2008

FLÃ RÁPIDO


Esta é uma boa opção de sobremesa rápida. Daquelas que quebram um bom galho quando se tem pouco tempo para o preparo.

Ingredientes
01 lata de leite condensado
01 lata de creme de leite
01 lata de leite de vaca
02 pacotes de 24g de gelatina sem sabor em pó(colorida ou branca)
Frutas em caldas a sua escolha
Modo de Preparo
Coloque no liquidificador o leite condensado, o creme de leite, o leite de vaca e a gelatina. Bata por 3min. Coloque numa forma de pudim e ponha na geladeira até endurecer. Desenforme e despeje frutas em caldas a seu gosto por cima.

MOLHO DE CAMARÃO


Ingredientes
400g de filé de camarão
01 limão
20ml de água filtrada
02 tomates grandes cortados em cubos pequenos
01 cebola cortada em cubos pequenos
1/2 xícara de folhas de manjericão
azeite de oliva
Modo de Preparo
Lave bem os camarões com água corrente e limão e deixe escorrer até secar completamente. Retire as cascas do camarão e reserve. Limpe os camarões tirando as tripas de cima e de baixo. Lave os camarões tratados novamente com água corrente e limão e deixe escorrer até secar completamente. Tempero os camarões com tempero pronto e deixe descansar por 10min.
Numa panela coloque um pouco de azeite de oliva, as cascas do camarão, um pouco de tempero pronto e a água filtrada. Tampe e deixe cozinhar em fogo baixo até que as cascas fiquem bem avermelhadas. Coe em peneira fina reservando o caldo.
Noutra panela, coloque o camarão no azeite de oliva, já quente, em fogo brando, e deixe que o camarão solte sua água até estar cozido. Tire o camarão com uma escumadeira, reservando o caldo. Cuidado, não deixe demorar demais para o camarão não ficar duro. Normalmente são 3min em média, até que o camarão adquira uma cor avermelhada.
Misture os dois caldos reservados com o molho de tomate. Adicione as folhas de manjericão e o tomate e a cebola em cubos e deixe cozinhar em fogo baixo por 03min após a fervura. Adicione o camarão por mais um tempo só para aquecer e desligue o fogo.
Rendimento: Quantidade suficiente para 500g de massa.
Para decorar o prato, você pode usar camarões com casca
fritos ao alho e óleo como na foto acima.

MOLHO DE POLVO


Ingredientes


01kg de polvo
01 tomate grande
02 cebolas
01 punhado de salsinha picada
azeite de oliva


Modo de Preparo

Lave bem o polvo e escorra até secar completamente. Numa panela coloque um pouco de azeite de oliva, o polvo e uma cebola inteira com casca e tudo. Cozinhe com a panela tampada, ao fogo bem baixo até a cebola estar bem mole, quase esbagaçando. Neste momento o polvo também estará na textura ideal. Retire a cebola, descasque, corte em pedaços e reserve. Escorra o polvo reservando 200ml do caldo que ele soltou. Corte-o em pedaços pequenos e tempere-o com o tempero pronto. Reserve.

Em outra panela, aqueça um pouco de azeite de oliva e frite ligeiramente a outra cebola e o tomate cortados em cubos pequenos junto com a salsinha picada. Adicione o molho de tomate e o caldo do polvo e a cebola que cozinhou junto com ele. Deixe ferver em fogo brando adicionando em seguida o polvo já cortado e temperado.

Rendimento: Quantidade suficiente para 500g de massa.

quarta-feira, 12 de março de 2008

PENNE A MONA DE VERSAILLES


Ingredientes

500g de penne
500g de filé de camarão fresco
250g de brócolis
½ molhe de manjericão
02 tomates grandes bem maduros cortados em cubos
01 lata de creme de leite sem soro
02 colheres de sopa de azeite de oliva
02 dentes de alho picados
01 pitada pimenta do reino com cominho em pó
sal a gosto


Modo de Preparo

Lave o filé de camarão com limão e escorra bem. Tempere-o com a mistura de 01 dente de alho amassado com sal a gosto e uma pitada da pimenta do reino com cominho. Deixe no tempero por 10mim.

Afervente o brócolis, escorra bem, corte-o em pedaços pequenos e reserve. Desfolhe ½ molhe de manjericão e reserve.

Coloque o camarão no azeite de oliva já quente, em fogo brando, e deixe que o camarão solte sua água até cozinhá-lo. Tire o camarão com uma escumadeira deixando o caldo na panela. Coloque o brócolis, o manjericão, o alho e tomate deixando cozinhar por aproximadamente 03 min após a fervura(sempre em fogo brando). Neste momento prove o caldo e veja se será necessário colocar mais sal. Coloque o camarão, desligue o fogo e jogue o creme de leite. Misture bem e sirva em cima da massa quente, imediatamente após escorrida.

Rendimento aproximado: 05 pessoas


Prato criado de última hora coletando os ingredientes que tinham na dispensa e geladeira da casa do meu amigo Ricardo Mendes. Embora a receita sugira um Penne, outros tipos de massa podem ser usados. Na foto, um talharim fino foi a massa da vez!

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

MUQUECA DE CAMARÃO


Cumpade vou te ensinar
A fazer um bicho bão
Bóia das mais saborosa
Que cumi num outo dia
Quande tive de passage
Pelas banda da Bahia

O prato chega na mesa
Fervendo e fumaçando
O cheiro é uma beleza
A boca vai logo aguando

Por isso cumpade amigo
Eu vou te dá a receita
Desse trem delicioso
Que chega a cê tentação
Bonito, bão e gostoso
Muqueca de camarão

Pegue logo um caderninho
Pra notar os gridiente
Que cê vai cortar tudinho
Juntar num recipiente

O tamanho não importa
Pode ser pequeno ô grande
Cebola, tumate, pimentão
Mói de cebolinha e coentro
Não esqueça do limão
Que tumbém vai levar dentro

Tem tumbém leite de coco
E o mió vô te dizer
Azeite de oilva um pôco
Mais azeite de dendê

Agora fique ligado
Pro modo de preparar
Pegue os camarão limpinho
Bote no tempero pronto
De alho sal e cuminho
Q´ueles vão ficar no ponto

Esprema bem um limãozinho
Por cima dos fruto do mar
Deixe ali um bom tempinho
Que é pra mode marinar

Esquente numa panela
O azeite de oliva
Vá fitrando os camarão
Q´ueles vã fica rosado
Vai subir um cheiro bão
E ficar cheio de cardo

Tenha cuidado cumpade
Com o tempo da fritura
Se você tirar mais tarde
Vai ficar com a carne dura

E camarão ocê sabe
Pra ficar no ponto certo
De cumer bem o bichinho
Sem reiva, sem aperrio
Ele só vai ta bonzinho
Se tiver muito macio

Agora escorra o cardo
E separe os camarão
Deixe tudo reservado
Pru mode da precisão

E agora meu amigo
É que o bom vai começá
Num tacho de barro quemado
Com carinho e atenção
Despeje os tempero cortado
E o cardo do camarão

Jogue o leite de coco
Misture tudo no tacho
Tampe, mas num seja lôco
Cozinhe no fogo bem baxo

Quando os tempero tiver
Um pouco amolecido
Que subir uma bão cheirinho
Gostoso de muito prazer
Pode jogar os bichinho
E o azeite de dendê

Vô dá um aviso importante
Acho bom que aproveite
Pra não ficar enjoante
Não abuse do azeite

Agora pra terminar
Só farta mais um poquinho
Tampe o tacho novamente
Pra ficar tudo a contento
Enquanto tiver bem quente
Cozinhe por mais um tempo

Mais uma vez vô falá
Seja prudente e seguro
Cuidado pra num demorar
Pro bicho num ficar duro

E pros retoque finá
Pra da beleza e gosto ao prato
Tem um segredo de vida
Que te digo num momento
Jogue por cima da cumida
Cebola em rodela e coentro

E agora meu amigo
É bom tu se prepará
Acredite no que digo
É só cumer e rezar

Por isso que é bão viajá
Proutas banda lá de longe
Não é tutu nem torresmo
Nem tropêro de feijão
Mas é gostoso mesmo
Muqueca de camarão

sábado, 12 de janeiro de 2008

Arrumadinho da "Mi"




Ingredientes:

300g de carne de fumeiro (de preferência, comprada na feira de Santo Amaro da Purificação!)
200g de carne de sertão
3 calabresas (josefina)
Farinha (também indico uma boa farinha, da mesma feira de Santo Amaro)
300g de feijão fradinho
Manteiga e óleo para fritar
Sal a gosto
2 cebolas
4 tomates
1 pimentão
Coentro e cebolinha

Modo de preparo:

Feijão: Lave o feijão em água corrente e leve ao fogo com água e sal até que esteja cozido. Retire do fogo. (Em panela de pressão leva aproximadamente 10 minutos. Não deixe amolecer muito).

Salada: Pique em cubinhos pequenos a cebola, o tomate, o pimentão, coentro e a cebolinha. Em um recipiente à parte misture vinagre, um pouco de água, sal, uma pitadinha de açúcar e junte às hortaliças picadas.

Carne de fumeiro/calabresa/carne de sertão: Corte tudo em quadradinhos, coloque cebola picada em óleo e manteiga numa frigideira e frite-as. Reserve a gordura que sobrar.

Farofa: Acrescente um pouco mais de gordura à que restou da fritura da carne (de preferência manteiga), pique cebola bem pequenininha, deixando dourar. Acrescente sal, a farinha, reduza o fogo e vá mexendo até que fique bem crocante.

Montagem:

Em um pirex coloque nesta ordem:
1) Farofa
2) Feijão escorrido (mas não totalmente, deixe que fique meio úmido)
3) Carne
4) Salada

Este forma de fazer arrumadinho nos foi ensinada por Mírian, esposa de Albérgio, os dois amigos pernambucanos muitos queridos. Mírian faz sucesso com este prato na Bahia e em Pernambuco! (Quem sabe, por todo o Nordeste?!) Tive a oportunidade de conhecê-la, bem como sua versão de arrumadinho, em julho de 2007, quando veio à nossa terra. Neste dia, Luciano montou o prato sob as suas instruções. Ela também se responsabilizou pelo feitura da salada com o molho que é um diferencial em relação às formas baianas de fazer vinagrete. Pelo menos as que conheço. Anteontem (09/01/08), fiz para receber minha amiga Heike e seus amigos, além de Jorge Farofa, amigo de Luciano. Novamente, foi um show!!

Obs: A parte das carnes pode ser variada; somente carne de sertão, ou carne-do-sol, ou fumeiro, dependendo da disponibilidade dos ingredientes e do gosto de cada um.

Vitamina Protéica de chocolate com café granulado

Ingredientes 300 ml de água e gelo 20 g de Whey Protein Isolado 1 colher (café) de café solúvel granulado 1 banana (75g) 1 Colher (...